Executive Coaching: A Arma Secreta para Liderança de Alto Impacto

Por Mariana Stachiu

Depois do sucesso alcançado nos Estados Unidos, Inglaterra e Europa, o Executive Coaching chega ao Brasil para ficar. Cada vez mais, grandes empresas brasileiras apostam e contratam Coaches visando um melhor desempenho de seus funcionários.
 
Se antigamente o Coaching era visto como uma maneira de corrigir baixas de performance de líderes e executivos, hoje essa ferramenta transformacional é utilizada para ampliar habilidades e competências. Grande parte das empresas que adotam o Coaching buscam melhorar competências que seus Líderes já possuem e, ao mesmo tempo, desenvolver habilidades individuais de futuros líderes.
 
Segundo pesquisa realizada University of Bristol Newsletter, por exemplo, em 2008, nove entre 10 administradores da Inglaterra utilizavam o coaching em suas organizações. O montante representa cerca de 88% das empresas do país.
 
O Executive Coaching está no topo das aspirações de executivos e líderes, e causa impacto em indivíduos e organizações. A ferramenta tem sido a arma secreta de quem procura, por meio de desenvolvimento pessoal e profissional, estimular talentos na obtenção de resultados e, assim, causar alto impacto nas empresas.
 
Através do processo de coaching, líderes e executivos aprofundam seus conhecimentos, aperfeiçoam seus desempenhos e melhoram seus resultados. É um processo interativo e individual que auxilia pessoas, por meio de técnicas e modernas ferramentas de assessoria pessoal, a desenvolverem-se rapidamente e a produzirem resultados mais satisfatórios em suas vidas pessoais e profissionais.
 
O coaching estabelece uma relação de compromisso e confiança, possibilitando identificação e análise conjunta de aspectos relevantes na trajetória de vida pessoal e profissional do líder ou executivo, como características de seu perfil e particularidades que favoreçam ou dificultem o alcance de metas organizacionais.
 
O coaching oferece uma série de benefícios a seus adeptos. Entre eles, a mudança de comportamentos e hábitos improdutivos; crescente melhora no relacionamento interpessoal e nas habilidades comunicacionais; aumento da autoconfiança; desenvolvimento de atitudes de ação organizadas e inteligentes para estimular equipes mais eficientes; melhora qualitativa no uso do tempo; equilíbrio entre as áreas pessoal e profissional; diminuição do stress e eliminação de preocupações desnecessárias; desenvolvimento de capacidade de gerenciamento emocional; aumento na capacidade de liderança; potencialização de habilidades e competências; acréscimo de motivação e entusiasmo; desenvolvimento de comportamentos assertivos para tomada de decisões; e capacidade para o gerenciamento de conflitos.
 
De acordo com pesquisa publicada pela revista Fortune, o retorno do investimento em coaching é, em média, de 570%. O resultado evidencia o fato de que, planejar ações que agreguem valor e atinjam resultados, é de extrema importância para empresas que almejam sucesso e crescimento.
 
A liderança, enfim, é o grande desafio da atualidade e o principal diferencial entre empresas. Pois é através de seus líderes, responsáveis por orientar e apoiar suas equipes, que a empresa atinge resultados e caminha em direção ao desenvolvimento.