Empregabilidade: entenda como lidar com suas principais dúvidas

Quem nunca se questionou a respeito da profissão e da situação em que se encontra no mercado de trabalho? Confira abaixo a entrevista realizada com nossa coach Mariana Stachiu, sobre as principais incertezas do profissional e o mercado de trabalho:
 
É natural que em alguns momentos da vida profissional tenhamos dúvida de insistir ou desistir de determinada oportunidade (emprego ou profissão)? Por que isso acontece?
 
Mariana Stachiu: Sim, é natural. A dúvida pode surgir devido a mudanças que ocorrem tanto dentro de nós mesmos como fora, no meio externo.

Percebo que muitos dos meus clientes apresentam dúvidas decorrentes principalmente das mudanças no cenário econômico,  nas mudanças no percurso de vida pessoal - como por exemplo a chegada de um novo membro na família, dificuldades financeiras, mudanças nos próprios valores e prioridades que cada um vivencia, oportunidades que as situações e eventos da vida nos colocam. Alguns apresentam o relato de situações ocorridas no ambiente de trabalho que causaram desilusões, isto é, aquilo que imaginavam não foi correspondido e podem aparecer também situações e experiências ruins vividas no próprio ambiente de trabalho.
Isso tudo irá contribuir para incertezas sobre a carreira profissional.
 
 
*Por que pode ser tão difícil enxergar se um emprego ou profissão vale a pena ou não de levar adiante?

Mariana Stachiu: Muitas pessoas têm dificuldade de enxergar se um emprego ou profissão vale a pena por falta de metas e objetivos claros. A partir do momento em que eu consigo identificar onde eu estou e onde quero estar, ficam mais claras as decisões que devo tomar com relação a carreira e, consequentemente, mais fácil definir se vale a pena ou não levar adiante as situações profissionais em que nos encontramos.
 
 
*Diante da dúvida entre insistir e desistir, o que deve ser considerado?

Mariana Stachiu: Deve ser considerado o que quero para meu futuro tanto pessoal como profissional. Diante disso, devemos avaliar quais são os ganhos e quais poderão ser as perdas frente à decisão que pretendo tomar.
 
 
*Para valer a pena insistir, o que aquele emprego ou profissão precisa apresentar?

Mariana Stachiu: Precisa estar alinhado com minhas metas, valores, princípios e com o prazer por aquilo que faço.
 
*E quando é o momento de desistir?

Mariana Stachiu: O momento de desistir é quando você percebe que a situação onde você se encontra não está mais valendo a pena, pois está desalinhado com seus sonhos, valores, prazeres, princípios e com seus objetivos tanto pessoais como profissionais. É importante o profissional ter o mais claro possível uma imagem de onde quer ir pois a mudança por si só não produz resultados satisfatórios. Mudanças aleatórias produzem resultados aleatórios. O propósito de sua Carreira precisa estar claro, para que sua decisão de desistir ou não seja assertiva.
 
*Quais perguntas a pessoa precisa se fazer para chegar a essa conclusão?

Mariana Stachiu: O que eu quero? Como vou conseguir o que eu quero? O quanto estou comprometido com o que quero?  Como a minha decisão pode me ajudar?  Quais são meus valores? Por que isso é importante para mim? O que eu estou escolhendo está em sincronia com meu propósito? Quais são os benefícios? Quais seriam os custos? O que quero especificamente mudar? Como isso se encaixa nas minhas prioridades atuais? Que possibilidades alternativas eu tenho que considerar? Quais  são as possíveis soluções? Qual a melhor solução?
 
 
*Como reconhecer se um obstáculo profissional é desafio – e pode ser vencido – e quando sinaliza que é hora de parar e recomeçar em outra direção?

Mariana Stachiu: Quando as situações do trabalho estão lhe causando sofrimento e quando não estão de acordo com seus princípios. Quando isso gera um desconto acentuado e que perpetua por meses é hora de analisar se esta direção que está tomando é a mais sensata.
Penso que o ponto principal aqui é a conscientização. É hora de analisar os fatos, dar um passo para trás, pensar, organizar as ideias e só depois agir. Agir com a clareza de que você possui o conhecimento e discernimento necessários para tomar uma decisão. Conscientização gera confiança e confiança gera escolhas mais assertivas.
 
*Entre o insistir e o desistir há alguma outra possibilidade no meio?

Mariana Stachiu: Sempre irão existir inúmeras possibilidades. Um exercício interessante de fazer é listar todas as possibilidades existentes, por mais absurdas que num primeiro momento possa parecer. Dentre todas as possibilidades listadas, é possível identificar aquela que melhor se adapte a você, neste momento da vida profissional.
 
 
*E qual a orientação para a pessoa não encarar a desistência como uma derrota ou incapacidade? Há o lado bom em desistir?
Mariana Stachiu: Sim. Temos o direito de mudar o percurso de nossas vidas quando acharmos que tentamos o suficiente para verificar que o processo precisa ser abandonado.  Eu não chamo este processo de derrota, mas de oportunidade que cada um de nós tem em fazer algo melhor ainda do que havíamos planejado. As mudanças de percurso são importantes, pois nos reorganizam para atingir nossos mais nobres objetivos. Devemos ter claro que, dentro de qualquer meta estipulada, precisamos estar abertos e motivados para fazer mudanças. A chave aqui é a flexibilidade e a aceitação de que não controlamos tudo. O que precisamos manter é um propósito claro em nossas carreiras. É importante lembrar do propósito por trás de qualquer escolha que façamos.