O fator decisivo para Liderar a sua vida e a sua carreira

Por Mariana Stachiu


Nos últimos anos, surgiram vários rótulos diferentes para categorizar as habilidades de ótimos Líderes. Entre os mais populares estão a inteligência emocional, competência interpessoal, inteligência social ou, ainda, “habilidades para lidar com pessoas”. Embora tais competências sejam essenciais para as pessoas que querem ser ótimos líderes, essas habilidades também são muito críticas para as pessoas que querem praticamente qualquer tipo de carreira que envolva interação com pessoas. Além do mais, embora sejam necessárias para o sucesso futuro, também são importantíssimas no momento atual de carreira de todos nós!

Qualquer que seja o nome, pesquisas mostram claramente que habilidades de Liderança e Gestão de Pessoas importam a todos nós e de vários modos. Em primeiro lugar, estas habilidades importam para o sucesso da SUA carreira.
 

#FICA A DICA#


Competências de liderança e gerenciamento de pessoas são a chave determinante para o progresso e a realização de todo ser humano!
 
Em seu famoso livro sobre Inteligência Emocional, Daniel Goleman relata que até 90% da diferença entre realizadores notáveis e realizadores médios é a aplicação que fazem das habilidades envolvidas pela inteligência emocional.  Um estudo instigante da PepsiCo constatou que gerentes de vendas cujas habilidades de lidar com pessoas eram bem desenvolvidas, ultrapassavam em 15% a 20% as metas anuais de receita, enquanto aqueles cujas habilidades eram subdesenvolvidas não conseguiam atingir as metas aproximadamente na mesma medida. Interessante, não é mesmo?
Mesmo em situações em que a capacidade técnica e o QI seriam aparentemente predominantes, pesquisas apontam que são as habilidades de liderança que distinguem grandes profissionais de sucesso. Não entenda mal: competências técnicas, financeiras, estratégicas e operacionais são, é claro, elementos importantes para o sucesso no trabalho e progresso na carreira. Mas um crescente conjunto de pesquisas estão mostrando que, em última instância, aquilo que distingue os ótimos realizadores dos apenas bons é o desenvolvimento e o refinamento de suas habilidades de liderança e gestão emocional.